Skip navigation

Tag Archives: cinema

*
ontem, no meio daquele ATERRO ANTISSOCIAL INTERNO em que eu me encontrava, um francês bizarro resolveu se aventurar no ramo da paquera.

depois de perguntar se podia sentar ao meu lado no cinema e ouvir um – NÃO. COMPREI INGRESSOS PRA COLOCAR MINHA MOCHILA E MINHA BOLSA NESSAS CADEIRAS, o infeliz ainda me cai no clichê de tirar os sapatênis e perfumar o ambiente com um delicioso cheiro de cream cheese.

vê se eu mereço.
*
mas todo o desgosto foi recompensado quando cheguei ao hotel e me deram um quarto com sauna. SUBTERRÂNEA. com escada-calabouço ao lado da cama.

MEDO.
*
tenho muito problema com o woody allen. pessoal mesmo. não consigo ENTRAR NO CLIMA nos primeiros, sei lá, 20 ou 30 minutos de filme. não enquanto eu não esqueço que o filme é dele. assisti whatever works e achei a primeira parte uma merda foda, mas depois foi melhorando (melhorandoa apenas). então não sei mesmo. se a minha opinião é valida.
*
outra coisa que normalmente não me ganha é filme fantasia. tipo senhor dos anéis, piratas do caribe e suas variáveis. e eu sei. que entre o senhor dos anéis e piratas do caribe existe UM MUNDO de distância, mas sim. me refiro a basicamente TODOS eles.

ainda assim, recomendo bastante o mundo imaginário do dr. parnassus. a história é muito boa, tem momentos bem emocionantes, tem o heath ledger, o jude law e o tom waits. thumbs up.
*
e o figurino hein. de encher os olhos de lágrima.
*
e a direção é do terry gilliam, ex-monty phyton responsável por aquelas animações malucas e tals. o que dá um charme extra à tosquice dos efeitos.
*
*
*
o filme do woody allen me fez ter vontade de ler/assistir american splendor de novo e de novo e de novo. harvey pekar SEMPRE ocupará o posto de melhor mau humor no meu coração.
*

*

*
respiração suspensa.
*
mal as luzes se acenderam, a moça ao meu lado resmungou pra quem quisesse ouvir (deve ter aberto os braços, mas eu não reparei) ah, então é isso?

é isso, exatamente isso.
*

*
ai, ó. tou tentando. manter o ritmo de posts. mas tá difícil.
*
tipo assunto né. vou contar o quê deosdocéu? trabalhei, comi (um monte) e dormi (pouco). the end.
*
ah, e fui ao cinema também. e chorei HORRORES.


*
e descobri que vodka não me dá ressaca, mas à minha irmã sim.
*
e que BATEPAPO do uol é berço de amizades VERDADEIRAS e DURADOURAS. hahahaha (caralho, falta de assunto da porra)
*
vejamos.
*
bigbrother. alguém explica o alex ter saído ontem, pelamordequalquercoisa.
*
que mais.
*
tanta tecnologia NO MUNDO e ninguém pra pensar em um rolo de papel higiênico que não FODA A VIDA do primeiro a usa-lo. dá gastura ficar tentando achar a ponta e puxar e despedaçar e rasgar três camadas de uma vez só. ME DIZ SE ISSO É VIDA?
*
se um dia você achou que tomar anticoncepcional é uó, experimento PARAR de toma-lo. só digo uma coisa. um mês de completo e total DESCONTROLE sobre os meus hormônios, útero e alma. daí pra eu começar a culpar o rolo de papel higiênico por todas as DESGRAÇAS do mundo, é um passo só.
*
não estamos trabalhando com reprodução não, antes que alguém pergunte.
*
aí eu tentei né, entrar na YOGA. pra fazer A DESCOLADA mesmo, mas nem rolou. essa história de fecha os olhos e mentaliza e transcende, luz azul, cachoeira, yansã, MEU AMIGO, não é pra mim. a professora é daquelas de cabelo vermelho elba ramalho style que acham IMPORTANTE o contato corporal. pensa. em mim. abraçando GERAL. haha. NOT.
*
já falei que eu quero MORRER de tédio com a lady gaga? então. não captei o HYPE e tals. então. eu ficaria MUITO MUITO agradecida, se essa música DO CAPETA – bad romance whatever – não grudasse na minha cabeça para TODO O SEMPRE.
*

*
a ociosidade é uma benção, não é mesmo? pois então, não estamos trabalhando com ela essa semana.
*

consegui cancelar uma das viagens dessa semana. rêo de chaneiro de novo, só semana que vem. (ufa, vai dar tempo de colocar roupa pra lavar)
*
continuando o resumo picotado, deixo aqui A IMAGEM do final de semana. abajur de abacaxi de latão. decoração do hotel meu-amor-chique-mamãe de copacabana. coisalindademeodeos.


*

descobertas de viagem:
*
todos os cinemas legais estão na voluntários da pátria. espaço Unibanco, estação botafogo e uns outros que eu não lembro o nome. o mais legal de tudo é que pertinho dali tem um mini mercadão com um restaurante vegetariano (chamado rio vegetariano) gostosinho e uma doceria com os melhores pasteizinhos de santa clara EVER.
*
a uma duas quadras dali rola um outro vegetariano, chamado vegan vegan. esse eu não consegui experimentar porque não abre aos domingos.
*
*
*
vou poupá-los dos detalhes sórdidos, mas dignidade mandou um abraço e se eu não puder falar sobre os meus pêlos corporais aqui, onde eu mais eu vou poder falar, não é mesmo?
continuando a saga
à procura de uma solução razoável entre a cera e a gilete, comprei um daqueles creminhos de depilação. e, cara, em apenas uma palavra: ca-ga-da. apesar de ter feito TODOS os testes de sensibilidade com antecedência, a porcaria do creme pra tirar o buço me arrancou TODA a pele dessa região do meu rosto*. sabe aquele VERMELHO que fica depois da depilação com cera? pois então. é como eu estou (e DESCASCANDO). há dias.


preciso MUITO de laser na minha vida.
*
hoje é dia de pizza + smirnoff ice + gatos no colo + emoção + sangue suor e lágrimas = BBB10. yeah!
*


*é claro que essa PORCARIA aconteceu SEGUNDOS antes de eu sair pra ir ao fashion rio. sob um sol de 44 motherfocker graus. o resultado DESASTROSO foi um dia de MUITO corretivo, pó e constrangimento. sabe austin powers tentando conversar com aquele carinha com uma pinta GIGANTE no buço? então. eu era o carinha. com a rosto escorrendo e corretivo pingando na sapatilha. MOITO phyna.
*

*
alguém já viu um seriado velho_toda_vida que passa no sbt à tarde chamado Arnold? medo. muito medo daquele moleque, jesusamado. pior que aquelas pegadinhas_anos_80 pornográficas que o tio Silvio insiste em colocar na programação.
*
minha vida televisiva só será retomada quando o bbb começar.
*
pra não dizer que nada no mundo me faz feliz.
*
preconceito meu: TODOS os taxistas cariocas são MUITO mais legais que os paulistanos.

e os motociclistas MUITO mais civilizados.
*
aí aquela tristeza sem fim MEIQUE passou e eu resolvi que vou ao cinema hoje. o shopping onde eu quero ir (que tem starbucks = frappucino de chá verde) me oferece as seguintes opções: xuxa e o mistério da feiurinha, avatar, sempre ao seu lado, encontro de casais, atividade paranormal e lula, o filho do Brasil.

e ae fica a pergunta. dá pra parar de pensar em cortar os pulsos?
*
cadê os espaços unibanco e bombril e tênis verde dessa cidade?
*
vontade zero de trocar o shopping com frapuccino de chá verde por qualquer outro que tenha SHERLOCK HOLMES em cartaz. não preciso assistir pra saber que vou achar boring_toda_vida.
*

ixê. achei uma programação interessante. perae que eu vou lá (não) trabalhar mais um pouco.
*

*

só pra constar, achei slumdog millionaire uma merda foda. bocejos do início ao fim. ai que saudade da maya.

zatoichi meus queridos, ZATOICHI. é preciso ter DIGNIDADE pra acabar um filme com coreografia.

*

*

(bem meu tipo de filme). imdb.

(eu gosto de assistir filmes com um certo atraso. acho até que teria gostado mais de anticristo se tivesse deixado prassistir daqui um tempo. só as animações que perdem um pouco da emoção. tecnologia né, acaba datada de um dia pro outro. mas eu vi wall-e essa semana e dei uma micro-choradinha.)


(comprar pacote para a mostra é um troço que eu não faço mais. acho que foi um 2005, sei lá, que eu fiz malabarismos HOMÉRICOS prassistir trocentos filmes com horários absolutamente impraticáveis. o resultado foi UM ANO de solidão. sem ter com quem comentar e tals. achei que NUNCA MAIS ia poder marcar um cineminha com ninguém.)


(a única coisa REALMENTE boa daquela Mostra foi ter visto cinema, aspirinas e urubus ao lado das tias-vovózinhas do diretor. elas ficaram TÃO emocionadas, foi lindo lindo.)


(ah, e don’t come knocking (me recuso hein, a chamar de estrela-solitária-filme-do-garrincha), que entrou pra minha lista de preferidos com 1 minuto de filme.)

*

semana que vem vou me dedicar aos indicados ao oscar do ano passado :o)

*