Skip navigation

1- Em 1666, na quarta-feira antes da páscoa, um campo de dois acres perto de Wrotham, em Kent, na Inglaterra foi COBERTO com inúmeros sapos do tamanho do dedo mindinho de um adulto. As pessoas do local acreditavam que os sapos haviam caído em um violento temporal. O dono do terreno onde os milhares de sapos caíram juntou alguns deles e os enviou para Londres para que fossem examinados.

2-No ano de 1683 em Acle, um vilarejo de Norfolk, ainda na Inglaterra, pequenos sapinhos caíram do céu em um volume tão vasto que incomodou muitas pessoas ao ponto de registrarem o fato oficialmente. Em outubro de 1683, eram tantos sapinhos caindo que os cidadãos juntavam bacias cheias deles e jogavam no fogo para exterminá-los.

3- No dia 5 de maio de 1786após seis meses de uma longa seca, um vento forte surgiu do leste, derrubando sobre a cidade de Porto e Príncipe, no Haiti uma quantidade imensa de ovos pretos. Muitos dos ovos que caíram em bacias d água, fontes e lagoas chocaram dois dias depois e desses ovos criaturas gosmentas com várias camadas de pele ecoldiram. Segundo as testemunhas oculares do fato, as coisas que saíram dos ovos pareciam grandes girinos pretos.

4- Em 1794, foi a vez de chover sapos em profusão surreal na vila de Lalain, na França. Era um dia muito quente. Então, quando o relógio marcou 15:00, choveu em tamanha abundância na região que 150 homens da polícia tiveram que deixar a área. Mas a grande surpresa é que enquanto tentavam se abrigar, eles notaram que no meio da chuva começou a cair uma quantidade considerável de sapos, que tão logo batiam no chão, saíam pulando feito loucos por todas as direções. M.Gayet, um oficial e testemunha ocular do fato, abriu sua capa de chuva e com a ajuda dos amigos conseguiu juntar uma massa enorme de sapos que caíam do céu. Muitos dos sapos que caíam tinham ainda uma pequena cauda, o que indicavam que não estavam completamente formados. Após a chuva, muitos dos soldados tinham vários sapos presos nas abas de seus chapeus. Ninguém conseguiu explicar o fato e eles fizeram uma ocorrência.

5-No dia 23 de junho de 1809, M. Maudy curador do Museu de História Natural de Potiersm, na França foi pego por uma violenta tempestade. Enquanto buscava abrigo notou que pequenos corpos do tamanho de amêndoas caíam do céu escuro. Ao bater no chão, eram sapinhos. Milhares de sapinhos que recobriam o chão.

6-A academia militar Francesa recebeu o seguinte depoimento em agosto de 1814: “Uma tempestade que quebrou as vidraças da vila foi tão forte que sacudiu a igreja e assustou a congregação. Fomos logo após encharcados enquanto percorríamos a seção entre a Igreja e o Presbitério, mas o que me surpreendeu foi o de ficar espantado por pequenas rãs … Um grande número destes animais estava espalhado no terreno. Quando chegamos ao Presbitério, encontramos a um dos quartos cobertos com água e rãs. Este quarto havia sido esquecido com as janelas abertas. ”

7- Um banho de dez minutos com rãs. Foi isso que aconteceu em Jout-en-Jous, perto de Versailles, na França, em junho de 1833. M. Heard, testemunha ocular do fato fechou seu guarda-chuva para poder apreciar a coisa. Segundo a testemunha, as rãs ou sapos eram tão numerosos quanto as gotas de chuva que caíam, e se espalharam rapidamente por uma área de quase 400 metros.

8- W.Winter deu conta num artigo para a revista Zoologist Magazine que em Norfolk, na Inglaterra, no mês de julho de 1860: “Eu estava caçando insetos quando uma tempestade forte caiu. Eu corri para o abrigo nas construções próximas em Adelay Hall. A chuva caía torrencialmente. Eu observei pequenos sapinhos nos meus braços e também na rede que eu usava. E logo ali no chão estavam milhares. Eu acredito que eles tenham caído das nuvens de chuva. ”

9- Uma chuva de sapos atingiu a parte sul de Memphis, no Tenessee, USA, em 1877. Muitos investigadores do bizarro fenômeno criaram teorias elaboradas para tentar explicar o fato. A mais plausível e com adeptos até hoje, é que os sapos foram jogados para o ar por um furacão. O único problema desta teoria foi determinar onde haveria tamanha concentração de sapos, que caíram aos milhões. Até hoje isso é um mistério.

10- Sapos brancos caíram do céu em Mosley, subúrbio de Birmingham na Inglaterra durante uma severa tempestade com raios e triovões violentos, na manhã de 30 de Junho de 1892.

11- Pequenos sapinhos caíram aos milhares em Trowbridge, Wiltshire, na Inglaterra. Era um entardecer de 16 de junho de 1939 e caía uma chuva torrencial.

12- Um volume incalculável de sapos de “todos os tipos” caiu em Leicester, MAssachusetts, no dia 7 de setembro de 1953. A famosa Avenida Paxton ficou coberta com eles. Crianças e adultos juntaram grandes quantidades deles em suas mãos. Muitos dos sapos foram encontrados em telhados, e calhas de chuva, o que parece confirmar que eles caíram mesmo do céu como as testemunhas alegaram.

Anúncios

2 Comments

  1. vou salvar esse post para sempre

    • grego, não postei isso aí à tôa ;)


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: