Skip navigation

*
uma vez ELE chegou em casa contando que tinha ENCONTRADO uma calcinha no chão da produtora. ENCONTROU, sente o drama. como eu sou phyna E elegante, tudo o que eu disse a respeito foi: VAAAAAAAAAAAAAAAAAAACA. uma CALCIIIIIIIIIIIINHA? AQUELA VAAAAAAAAAAAACA.

ao que me consta, a DONA da calcinha tava indo dormir não sei onde, levando roupa pra trocar e talecoisa, e acabou deixando cair da mochila, a calcinha, antes de sair.

vaca né. (nunca na vida eu ia achar que uma coisa dessas aconteceria SEM QUERER. pff. conta outra.)
*
*
*
ontem saí exausta DAQUELE cliente. querendo parar no primeiro bar, encher a lata, fazer uma tatuagem de henna, um tererê colorido, trocar o meu computador por uma chinela de couro e virar uma eremita-vendedora-de-côco.

como culhões não trabalhamos, acabei trocando o álcool por carboidrato. entrei no primeiro mcdonalds, bati o punho no balcão, pedi DOIS big macs (sem carne) no capricho e mandei pra dentro. dois big macs, batata, sundae e coca zero. como se amanha (e gastrite) não houvesse.

cheguei ROLANDO no hotel, tomei banho e dormi feito uma pedra.
*
*
*
dá pra saber o meu estado de espírito pela roupa que eu visto. acho que com bastante gente é assim. se eu tou animada e disposta e de bem com o mundo, acho uma delicia escolher com cuidado a roupa que vou usar e tals. quando eu tou DE SACO CHEIO, tenho vontade de me vestir de sacos de batata TODOS OS DIAS, pra não ter que me preocupar com isso.

meique por isso desisti de trazer uma malinha decente essa semana. trouxe duas calcinhas pra trocar e só. vim de vestido e sapatilha e uma mini maletinha de maquiagem pra – pelo menos – disfarçar as olheiras.

só que.
*
não sei bem onde isso aconteceu.

ontem PERDI uma das calcinhas sobressalentes que eu trouxe pra cá. juropordeus. que eu não saí TIRANDO a calcinha por aí. nem leiloando calcinha. nada. hoje eu acordei e ela não estava lá. uma calcinha que – putis – era uma das minhas preferidas no quesito CONFORTO e MACIEZ. e uma das mais FODIDAS no quesito sensualidade.
*
então eu tou pagando neh. a minha língua. em algum lugar desse mundão de meodeos (aeroporto, cliente 1, cliente 2, cliente 3, taxi, mcdonalds ou hotel), tem alguém me chamando de VACA.
*
cagada é a mãe.
*
(pode parecer CONVENIENTE dizer isso agora, mas apesar da minha PRIMEIRA reação ter sido, digamos, efusiva, durante episodio da calcinha, na real eu não fiquei muito tchuns não. a dona da calcinha não é de se jogar fora e ELE sabe, que se quiser pegar eu topo ;)) hohoho.
*

Anúncios

6 Comments

  1. Eita..rs…
    Pegadinha nada, me divirto com seus posts!

    • hahaha, entao assim sim! bjobjo

  2. Jamais li uma defesa da honradez masculina com tamanha perícia e bom humor. Pagou a língua e pegou no texto.Ótimo. É você acertou a mão e o meio pelo qual eu surgi. Pra ficar. Bjs.

  3. pagar a lingua resume metade da minha vida.

    sempre otima, may, mt engraçado! ;***

    • eu vivo pagando também, mas sou DURONA demais pradmitir, o que normalmente torna as coisas AINDA MAIS difíceis. (principalmente quando se mora com alguém que tem como esporte preferido JOGAR NA CARA. fofura.)

      bjo pra você, laíza! :***


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: